Qual o Melhor
Metal para Investir?

What is the Best Metal to Invest In?

Qual o Melhor Metal para Investir?

A negociação em metais preciosos existe há séculos. A mineração do ouro começou há quase 7 000 anos e a mineração da prata remonta ao ano 3.000 AC. Para além de ser um meio de troca, há milhares de anos que estes metais preciosos são considerados como uma reserva de valor no longo prazo e utilizado como forma de investimento uma vez que o seu valor intrínseco não desaparece com o tempo.

Com uma popularidade cada vez maior, outros metais vieram juntar-se ao ouro e à prata enquanto opções de investimento preferenciais. Atualmente, os metais preciosos são populares não só por razões de investimento, mas também como negociação e são um componente essencial de uma carteira com boa diversificação. Os metais preciosos gozam de um estatuto de refúgio seguro e os investidores e os traders recorrem a esses metais em épocas de crise financeira e de incerteza geopolítica.

Para além de deter os metais preciosos na sua forma física existem diversas outras formas, utilizadas pelos traders e pelos investidores, para ter exposição a esta classe de ativos. Entre as mais populares encontramos os CFDs, ETFs, fundos de investimento e compra de ações de uma empresa de extração mineira. Vamos descobrir mais sobre os diversos metais preciosos e as diversas formas de negociar ou investir nesses metais.

Porquê Investir em
em Metais Preciosos?

Existem três razões importantes para investir em metais preciosos:

Cobertura de Riscos: os metais preciosos são uma importante ferramenta de gestão do risco uma vez que são considerados uma cobertura face a fatores que, tipicamente, levam à queda de outras classes de ativos, tal como um abrandamento ou recessão económica, períodos de elevada volatilidade dos mercados, instabilidade política e pressões geopolíticas.


Proteção Face à Inflação: os metais preciosos têm um valor intrínseco e não implicam um risco de crédito, razão pela qual não são afetados pela inflação. Enquanto o valor de outras classes de ativos, especialmente divisas, sofre uma erosão devido à inflação, os metais preciosos estão protegidos disso.

Diversificação: a continuação da procura elevada por metais preciosos, aliada à sua disponibilidade limitada e cada vez maior aplicação industrial torna-os uma forma muito cobiçada de investimento. A grande procura e a escassez da oferta, ou disponibilidade em quantidades limitadas, faz com que o preço dos metais preciosos registe uma apreciação ao longo do tempo. Desta forma, embora os preços oscilem a cada hora e diariamente, no longo prazo tendem a manter a sua tendência de valorização. Os preços dos metais preciosos não estão diretamente correlacionados com outras importantes classes de ativos, como ações e obrigações, e, por isso, são considerados uma forma ideal de diversificar uma carteira.

How Much to Invest
in Precious Metals?

A questão essencial é: que percentagem de uma carteira deverá ser alocada ao investimento ou à negociação de metais preciosos? Embora a maioria dos especialistas responda 5%, a resposta depende, na verdade, da sua situação financeira, apetência pelo risco e qual o nível de risco dos outros ativos que constituem a sua carteira. Se a sua situação financeira é sólida e tem uma boa apetência pelo risco, poderá limitar a quantidade de metais preciosos na sua carteira. Quanto mais frágil for a sua situação financeira e mais limitada a sua capacidade de assumir riscos, poderá escolher uma maior percentagem de alocação em metais preciosos na sua carteira.

A resposta também depende das divisas em que a sua carteira é denominada. Se detém ativos em moedas estáveis, a percentagem de metais preciosos na sua carteira pode ser mais baixa. E o contrário é verdade para divisas instáveis.

Qual o Melhor
Precious Metal to
Invest In?

Embora o ouro e a prata sejam os preferidos desde há séculos, a platina e o paládio têm conquistado bastante interesse. O investimento em cada um destes metais oferece diferentes oportunidades e possui os seus próprios riscos. Vamos descobrir mais sobre os diversos metais.

Ouro

Há centenas de anos que o brilho do ouro tem atraído os investidores. Com uma grande procura devido ao seu valor emocional e aplicações em diversas indústrias, este metal precioso é, de longe, o mais popular entre os investidores particulares, traders e governos. As propriedades que tornam o ouro o candidato ideal para aplicações industriais é a sua maleabilidade e elevada resistência ao calor. Tradicionalmente utilizado como divisa, o ouro tem um interesse crescente em eletrónica, sector odontológico e médico. Utilizado sobretudo para fabricar ornamentos, este metal precioso tem uma liquidez elevada, o que significa que pode ser facilmente convertido em dinheiro. Para além da sua procura pelos investidores e traders, este metal faz parte, de forma relevante, das reservas cambiais de diversos países, que o utilizam com objetivos de cobertura face à inflação.

Prata

Outro metal precioso popular é a prata, um subproduto da mineração de outros metais, como o cobre, o zinco e o chumbo. Este metal precioso possui a maior condutividade elétrica e térmica entre todos os elementos e a menor resistência ao contacto, o que o torna particularmente adequado para aplicações industriais. Muito procurado pelo seu brilho, este metal é muito utilizado em indústrias para o fabrico de componentes para painéis solares, telefones e diversos outros aparelhos eletrónicos. A prata também é utilizada para o fabrico de baterias, aplicações para supercondutores e microcircuitos. A prata também é utilizada no fabrico de joalharia e outros ornamentos, frequentemente apelidada "o ouro dos pobres". A prata é também uma opção popular entre os traders que estão a começar por ser mais barato do que o ouro. Também é popular entre os traders mais experiente enquanto proteção face à inflação e o mercado da prata é mais volátil do que o mercado do ouro e, assim, oferece oportunidades de negociação mais atrativas.

Platina

Muito negociado em todo o mundo, a disponibilidade deste metal é limitada, o que o torna o metal mais preciosos. A sua elevada resistência à corrosão torna-o adequado para utilização em aplicações industriais. A platina é muito utilizada para o fabrico de joalharia, petróleo e catalisadores químicos para refinação. O preço de mercado deste metal é fortemente condicionado pela procura da indústria automóvel que utiliza conversores catalíticos. Encontrada principalmente na África do Sul e na Rússia, a platina é popular para a diversificação da carteira, uma vez que, tipicamente, o preço da platina aumenta numa conjuntura de baixa volatilidade.

Paládio

Este metal prateado brilhante também é muito utilizado em eletrónica e aplicações industriais. Um metal raro encontrado principalmente em minas norte-americanas, russas e sul-africanas, o paládio também é utilizado em energia solar, pilhas de combustível, odontologia, medicina, joalharia e tratamento de águas subterrâneas. Nos últimos anos, os fabricantes de automóveis também começaram a utilizar este metal em conversores catalíticos uma vez que é um excelente catalisador para acelerar as reações químicas. Mais durável e mais duro do que a platina, este material maleável continua a ter cada vez mais aplicações. Enquanto opção de investimento, o paládio ainda não tem uma grande popularidade.

Cobre

Originalmente classificado como metal físico, o cobre é atualmente considerado um metal precioso devido, sobretudo, à sua cada vez maior escassez. O aumento da procura de cobre, um dos metais com maior condutividade com utilização industrial, produção e aplicações decorativas originou uma escassez da oferta. Embora não tão popular como as barras de ouro, de prata, moedas de ouro e prata, as barras e moedas de cobre são encontradas nas carteiras de investimento dos investidores altamente criteriosos.

Outros Metais
Preciosos

O ruténio, ródio, irídio e ósmio são utilizados em aplicações industriais devido à sua resistência e durabilidade. Mas esta categoria de metais preciosos não é utilizada com finalidade de investimento.

Comece Já a Negociar Metais com Spreads a partir de 0,0 Pips

Como Investir em
em Metais Preciosos?

O investimento em metais preciosos é possível das seguintes formas:

Compra Física

Quando se planeia investir em metais preciosos, muitas pessoas pensam na compra física de ouro ou prata, sobretudo sob a forma de barras ou moedas. Alguns até optam por numismática. No entanto, estes investimentos são condicionados, sobretudo, por razões emocionais como símbolo de riqueza e segurança financeira em vez do objetivo de ganhar dinheiro. As compras físicas têm o problema do armazenamento seguro destes metais. De forma a evitar os riscos associados ao armazenamento dos metais preciosos, os investidores podem considerar comprar ETFs (Fundos de Investimento Transacionados em Bolsa) ou derivados como CFDs (Contratos Financeiros Por Diferença).

Ações de Empresas Mineiras

Uma das formas de obter exposição a metais preciosos é através de ações mineiras, i.e., empresas de extração mineira envolvidas na extração e produção destes metais. Estes preços acionistas estão indexados aos preços dos metais bem como a fatores específicos das empresas, como a sua equipa de gestão, solidez dos balanços, desempenho e perspetivas.

Fundos de Investimento Transacionados em Bolsa ou ETFs

O investimento em ETFs representa a propriedade de uma pequena quantidade do metal. O que significa que o preço do ETF está diretamente correlacionado com o preço do metal. Apesar de tecnicamente deter o metal, o investidor em ETFs não tem direito a tomar posse do ativo físico associado ao fundo. A propriedade está na instituição financeira que opera o fundo e o investidor está dependente dela para cumprir as obrigações associadas. Alguns ETFs também representam um interesse nas minas do metal precioso ou refinarias. Este tipo de ETFs pode andar a par com o valor do metal associado, mas só até certo ponto.

Um ETF é negociado como uma ação e sofre flutuações do preço ao longo de um dia de negociação. Uma vez que o ETF é comprado e vendido ao longo do dia tem uma liquidez muito mais elevada do que os fundos de investimento.

Contratos Financeiros Por Diferença

Um Contrato Financeiro Por Diferença, ou CFD, é um instrumento de derivados que permite, aos traders, especular na subida e na descida dos preços da maioria dos instrumentos de investimento em constante movimento, como matérias-primas, divisas, ações, índices e metais preciosos. Quando negoceiam em CFDs, os traders não vendem realmente o material subjacente. Pelo contrário, os CFDs representam um contrato entre o trader e um intermediário, tipicamente um corretor.

How Do CFDs
Work in Precious
Metals Trading?

O preço de um CFD tem por base o preço do ativo subjacente, neste caso um metal precioso como o ouro ou a prata. No entanto, em vez do preço absoluto do metal, este derivado contabiliza apenas a alteração do preço ou a diferença entre os pontos de entrada e de saída da transação. Consequentemente, os traders ganham ou perdem a diferença entre o preço atual do metal precioso e o seu preço cotado, dependendo se o mercado lhes é favorável.

Um trader celebra esse contracto com base na sua aposta na subida ou descida do preço do ativo subjacente. Se um trader antecipar uma subida do preço então compra unidades do CFD associado; se antecipar uma queda do preço então vende as unidades. Se a previsão se concretizar, o trader realiza uma mais-valia nessa transação mesmo se o preço do metal precioso tiver caído.

O facto de um CFD oferecer oportunidades de negociação, mesmo num mercado em queda, é uma das principais razões da sua popularidade.

Some of the Most
Important Terms in
Trading Precious
Metal CFDs

Entrar Longo

Quando o trader inicia uma posição de compra de um CFD, em antecipação de um aumento do preço do ativo subjacente é chamado entrar longo.

Entrar Curto

Quando um trader inicia uma posição de venda, em antecipação da queda do preço do ativo subjacente, chama-se entrar curto.

Margem

É o montante inicial de capital que um trader tem de depositar na sua conta para abrir uma posição ou celebrar um CFD. Este montante de margem é, tipicamente, uma pequena percentagem do valor total do ativo subjacente.

Spread

É a diferença entre o preço de venda e o preço de compra do ativo subjacente do CFD. O spread é o custo de transação do trader e é dedutível ao total da mais-valia realizada ou somado ao valor total das perdas registadas. Assim, quanto mais apertado for o spread, mais baixo é o custo de transação para o trader.

Alavancagem

É um dos conceitos mais importantes para entender a negociação em CFDs. Alavancagem é o rácio entre o valor da posição e o montante necessário para abrir uma posição. Um CFD é um instrumento financeiro alavancado, o que significa que os traders podem ter uma exposição substancial ao ativo subjacente, sem terem de investir a totalidade do montante. Embora isto lhe permita amplificar os seus lucros, a alavancagem deverá ser utilizada cuidadosamente uma vez que as suas perdas também serão mais elevadas, caso o mercado lhe seja desfavorável.

Se você gostaria de abrir uma Conta Pro da FP Markets, por favor, entre em contato com nossa
Benefits of Trading
Metais preciosos
via CFDs?

Uma importante vantagem de negociar CFDs é que oferecem oportunidades de negociação tanto em mercados em alta como em mercados em queda. Isto significa que um investidor pode encontrar oportunidades de negociação mesmo quando os preços dos metais preciosos estão em queda. Algumas das principais vantagens de negociar metais preciosos através de CFDs são:

Sem Necessidade de Comprar Metais Preciosos

Comprar ouro ou prata acarreta diversas complicações. Para além disso, existe uma implicação de custo. Digamos que o preço do ouro está nos $2.000 por onça. Isto significa que necessita de, pelo menos, $2.000 só para comprar uma onça do metal amarelo. Quando negoceia CFDs de ouro, a sua exposição é limitada à diferença entre o preço atual do metal preciosos e o preço cotado.

Uma Forma Económica de Negociar

Pode escolher um corretor de CFDs que cobra uma comissão e taxas muito baixas para negociar em CFDs de metais preciosos. Garanta também que o broker é claro sobre as taxas e comissões que cobra.

Plataformas avançadas

A negociação em CFDs torna-se mais simples se a plataforma de negociação for fácil de utilizar e, ao mesmo tempo, suficientemente desenvolvida para oferecer uma análise técnica, backtesting e outras ferramentas para garantir uma negociação segura e rápida. A MetaTrader 4 é a plataforma mundialmente mais famosa para negociar CFDs. É possível descarregar gratuitamente a plataforma MetaTrader 4.

Alavancagem Elevada

A negociação em CFDs é uma negociação alavancada, ou seja, permite que os investidores tenham exposição a uma posição maior sem terem de assumir a totalidade do custo logo no início. O montante da alavancagem oferecida pelos brokers pode ir dos 50:1 aos 500:1 na conta FP Markets PRO.

Assim, através da alavancagem, um trader terá de investir apenas uma pequena proporção do custo do metal precioso. Não se esqueça que: os lucros e as perdas são calculados sobre a totalidade da posição. O que significa que os lucros e perdas serão significativamente superiores ao que o investidor desembolsou inicialmente. Assim, embora os lucros sejam bastante mais elevados com produtos alavancados, como os CFDs, quando o mercado se movimenta na direção desejada, as perdas também podem ser bastante elevadas caso o preço dos metais se movimente na direção oposta às expectativas do trader.

Quando investe em metais preciosos através de CFDs, terá apenas de depositar uma fração do montante total da posição. Será necessária uma margem de manutenção caso a negociação não lhe esteja a ser favorável e a sua margem de depósito esteja quase esgotada. Quando se negoceia em produtos alavancados, como os CFDs, é boa ideia negociar com um broker regulado e que tenha bons conhecimentos de técnicas de gestão de risco.

Fazer a Cobertura Noutra Matéria-Prima ou Instrumento: o investimento em CFDs de metais também permite que um trader faça a cobertura de potenciais perdas noutra matéria-prima ou ações. Por exemplo, se acreditar que as suas posições em ações podem cair devido a notícias negativas poderá compensar parte dos riscos ao assumir posições longas em CFDs de metais.

Como começar a
Trading Precious
Metal CFDs?

Algum conhecimento dos metais, dos diversos fatores que afetam os seus preços e algumas dicas de análise técnica ajudam muitíssimo quando se negoceia em CFDs de metais. Um broker estabelecido irá assegurar o apoio ao cliente, estudar os recursos e a conta demo para que o possa ajudar a tornar mais rápido a sua negociação de CFDs de metais.

Veja as etapas de negociação em metais preciosos:

Encontrar um Broker de Qualidade

Uma vez que o broker será o meio através do qual poderá negociar em metais preciosos escolhidos por si, é importante que o escolha cuidadosamente. De forma a tomar uma boa decisão deverá considerar os seguintes fatores:

  • Regulado: garanta que o broker que escolheu está autorizado e regulado por um organismo regulador respeitado, como a Australian Securities and Investments Commission (ASIC). Um broker regulado irá obedecer aos requisitos de capital de forma a cumprir os pagamentos do trader e cumprir com as auditorias externas programadas de forma a estar sempre em conformidade com a regulamentação em todas as suas operações.

  • Separação de Fundos: garanta que o broker mantém os fundos dos traders particulares separados do seu próprio capital, que está protegido pelos principais bancos.

  • Liquidez: escolha um broker que ofereça uma liquidez no tier superior e multiativos através de estreitas parcerias com as principais instituições financeiras.

  • Alavancagem: escolha um broker que ofereça uma alavancagem flexível. Embora possa negociar, de forma geral, com menor nível de alavancagem o investidor pode manter a opção em aberto de forma a poder aumentar a alavancagem em determinadas transações.

  • Plataforma: escolha um broker que ofereça ferramentas e suporte ao MetaTrader 4 ou MetaTrader 5. Estas plataformas são rápidas, fáceis de utilizar e estáveis e são confiáveis em todo o mundo.

  • Outros Fatores: outros aspetos a verificar incluem o deslizamento, spreads, comissões e outras taxas, facilidade em depositar e retirar fundos da sua conta e um apoio ao cliente de nível mundial.

Abrir Uma Conta Demo

Antes de começar a negociar CFDs de metais preciosos é boa ideia praticar a negociação através da utilização de uma conta demo, conta essa que simula uma negociação no mundo real. Embora a conta ofereça condições de negociação em tempo real as posições são abertas com dinheiro virtual e o trader não ganha nem perde dinheiro. Uma conta demo pode ajudá-lo a familiarizar-se com a plataforma e ter uma experiência prática na negociação de CFDs.

Escolha os Instrumentos em que Quer Negociar

Após ter aberto uma conta junto de uma corretora reconhecida, verifique os instrumentos de negociação disponíveis.

Escolha a Divisa

Pode negociar ouro ou prata em USD, dólares australianos ou noutras divisas. Escolha a mais adequada ao seu perfil de investimento.

Realize a Análise e Research de Mercado Necessários

Antes de começar a negociar CFDs de metais em tempo real é uma excelente ideia familiarizar-se com os fatores que têm impacto no mercado de metais e mantenha-se a par das últimas notícias e desenvolvimentos.

Comece a Negociar:

  • Inicie uma posição longa ou de compra se antecipar uma subida do mercado ou uma posição curta ou de venda se antecipar uma queda dos preços.

  • Escolha a dimensão do lote de acordo com os seus objetivos financeiros, a alavancagem que pretende utilizar ou o seu orçamento.

  • Utilização de ferramentas de gestão do risco como stop loss e ordens de limite.

A Negociação em Metais Preciosos é Arriscada?

Tal como todos os outros investimentos, os metais preciosos acarretam um determinado grau de risco. Embora ofereçam uma cobertura face a um colapso económico e instabilidade política, um trader enfrenta sempre o risco de tomada de uma decisão errada. Com algum conhecimento de negociação em metais preciosos e sendo disciplinado quanto à utilização das ferramentas de gestão de risco, os traders podem reduzir os riscos em que incorrem.

Precious metals are among the preferred choice of experienced traders for portfolio diversification. This is especially true for precious metals like gold and silver.

Começar a negociar
em minutos

Abra uma conta agora

bullet Acesso a mais de 10.000 instrumentos financeiros
bullet Abra e feche posições automaticamente
bullet Notícias e calendário econômico
bullet Indicadores técnicos e gráficos
bullet Muitas outras ferramentas incluídas

Ao fornecer o seu e-mail, concorda com a política de privacidade da FP Markets e com receber materiais de marketing futuros da FP Markets. Pode cancelar a sua inscrição em qualquer momento.





Get instant Updates in Telegram
Mapa do site | © FP Markets 2020